Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma Espécie de Casal

Um casal em part-time, pouco convencional pela pancada que tem. Gostam de falar de cenas da vida deles e da vida dos outros.

Uma Espécie de Casal

Um casal em part-time, pouco convencional pela pancada que tem. Gostam de falar de cenas da vida deles e da vida dos outros.

11
Jul16

O meu cabelo era o meu cartão de visita até que...

1185219_1402740439951015_700367030_n.jpg

 

Hello piriguetes!

 

Bem, hoje quero falar de uma cena delicada - o cabelo, claro está!

Para além de ser uma das coisas que mostramos logo a alguém, por estar mesmo em cima da nossa cabecinha de alho xoxo, é símbolo de muita coisa.

 

 

No geral, uma mulher com muito cabelo dá nas vistas. À partida, até poderá tornar-se mais atraente. O nosso cabelo é um bem precioso. É, inquestionavelmente, um símbolo de feminilidade, mesmo que digam que não. Não estou a querer dizer que uma mulher de cabelo curto é menos linda do que uma com cabelo até ao cu... mas é mesmo assim! Há, incontornavelmente, uma sociedade que opina sobre tudo e todos, inclusivé (e sobretudo) sobre o teu corpo, o que podes ou não usar, etc., conversa de merda!

Não é à toa que, pelo que me vou apercebendo e vivenciando, uma mulher que tenha cancro e seja submetida a quimioterapia fique triste quando o cabelo vai caindo... pior ainda, quando chega a fase em que decidem rapar de vez, porque cabelo é só isso mesmo... cabelo! Mas no fundo, e apesar de saberem isso, dói por dentro, como se tirassem uma parte delas. Como se não bastasse, por si só, ter uma maldita doença que tira, tantas vezes, toda a vontade de continuarmos a ser o que somos e como somos. Ou então não, e isso será um ponto de partida para o cabelo ficar mais forte mais depressa :)

 

Tudo isto, para dizer que o meu cabelo também já não é o que era. Eu tenho N justificações, mas nenhuma delas é verdade universal. Não pode ser (só) das tintas que coloquei, até porque ele não enfraqueceu assim tanto quando pintei.

 

Então? - perguntam vocês. - A MERDA DA PÍLULA e não é preciso ser nenhum cientista/médico para saber que a pílula é o pior pseudo-veneno-mascarado-de-mini-comprimidos-que-com-sorte-até-têm-sabor.

 

Pois é, há uns 2 anos tinha uma juba de leãozinho e não estou a exagerar. Era o meu maior orgulho, a coisa que mais amava em mim com todo o coração e, ainda assim, tomei-o por garantido, como se nunca fosse mudar. Podem checkar abaixo.

 

1185219_1402740439951015_700367030_n.jpg1655889_1537920809766310_1979757394_n.jpg

 

 Pois é, já vou na 4ª pílula diferente e uma gaja não é de ferro. Este corpinho está sempre em constante estado de ebulição, prontinho a explodir e não é no sentido sexual da coisa. É mesmo no sentido de uma bombinha relógio carregada de hormonas que originam sono, irritação constante, cabelo mais fraco, celulite (ginásio foi um amigalhaço nesta parte) and so on! Todas essas tretas que vocês sabem.

 

A primeira pílula que usei durante vários anos foi com a qual me dei melhor, no geral. Mas, azar dos azares, fiquei com o colesterol completamente alterado. YAP, ISTO ACONTECE MESMO!

 

Passei por mais duas e, entretanto, quando comecei a usar esta, pensei que ia ser a minha salvação a vários níveis... Só que não! Por exemplo, este extremo cansaço físico e psicológico dão cabo de mim. Sou capaz de dormir 12h durante a noite e, logo a seguir ao almoço, estar novamente super cansada e a bocejar que nem um hipopótamo!

 

O que me chateia mais é mais o cabelo! Continuo a ter os mesmos cuidados, mais até, e ele não volta ao que era. Não deixa de ser bonitinho, mas não é o meu cabelo. Não é a Rita. Não tem a ver comigo, nem com a minha personalidade. O meu cabelo era o meu cartão de visita; uma mecha da minha personalidade forte e insuportável. 

 

Com isto, queria lançar um tópico de discussão para as meninas darem a sua opinião/testemunho sobre pílulas, se usarem, e se não, que outros métodos contraceptivos usam e que diferenças significativas sentiram no vosso corpo. Estou aberta a questões, conselhos, whatevs. Quero é que falem :) Pela minha experiência, não aconselho ninguém a usar pílula, muito menos por tantos anos seguidos, como no meu caso. Eu vou deixar!

Em último caso, recorram ao celibato vá eheh (tou a brincar, não me esfolem viva).

 

Só queria o meu cabelo de volta... mas aprendi a amá-lo de outra forma, aceitando-o como está, pois o corpo muda! Antes cabelo mais fraco, do que as primeiras rugas já! 

 

RC

 

4 comentários

Comentar post

facebook

Comentários recentes

  • Anónimo

    neste momento existem muitos bom lasers no mercado...

  • Sweetener

    Boa tarde. Sim, tem razão. Eu quando escrevi foi c...

  • Anónimo

    desculpe me intrometer na conversa, mas Depilperfe...

  • Uma Espécie de Casal

    Eles só aconselham gilete... eu sempre passei entr...

  • Uma Espécie de Casal

    sim, cada vez há mais informação agora. E ainda be...

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim

foto do autor